Um fórum nada atraente, que não dá nenhuma saudade.


    [Trama] Hipermito e o Início

    Compartilhe
    avatar
    Chronos
    Moderador

    Mensagens : 31
    Data de inscrição : 13/08/2017

    [Trama] Hipermito e o Início

    Mensagem por Chronos em Qua 16 Ago - 20:44:14




    Hipermito
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Existem diversas versões sobre a Era da Criação, e é fácil distorcê-la, pois vivemos em um mundo vasto de deuses e criaturas antes mitológicas. Os humanos tendem a crer em mentiras, esperando que sejam verdades e possam salvá-los dos problemas triviais da vida. Mas poucos tem o conhecimento e conseguem contar a verdade sobre nós.

    •••

    A Criação
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    O universo foi criado a partir do Big Bang e consigo trouxe a Suprema Virtude (conhecida também como o Nono Sentido).

    A Terra se transformou a partir de um raio de luz lançado pela Suprema Virtude, em seguida foi criado o solo (Gaia), o céu (Urano) e os oceanos (Pontos). Logo surgiu a vida, construída na imagem e semelhança da energia da Suprema Virtude, consequentemente nasceu o ser humano.


    Os Deuses
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Visto que a humanidade se tornou numerosa, alguns seres começaram a despertar o nono sentido. A descoberta do alvorecer do cosmo deve-se ao sétimo sentido e que a Suprema Virtude só é possível a quem possui o oitavo sentido. Três seres humanos despertaria-na: Zeus, Poseidon e Hades. Considerados como deuses pela humanidade, cada um escolheu qual território iria governar. Zeus escolheu governas os céus e consequentemente a Terra; Poseidon como regente dos mares; e Hades o imperador do mundo dos mortos. Embora não demorasse para que outros seres conseguissem atingir tal nível e originar novos mitos e religiões.

    Quando a deusa Athena nasceu, Zeus lhe confiou a guarda da Terra e desapareceu partindo para uma extremidade profunda do céu. Diante da ausência do deus onipotente, outros deuses ameaçavam tomar o poder das mãos de Athena e dominar os seres humanos.



    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Poseidon foi um dos primeiros, reunindo os sete guerreiros mais poderosos dos mares, chamando-os de Generais Marinas e eram protegidos por poderosas escamas (armaduras), feitas de oricalco, tornando-se praticamente invencíveis. Para fazer frente às escamas de Poseidon, Athena encomendou a alquimistas do continente de Lemúria (Mu), oitenta e oito armaduras feitas de oricalco, gamânio e pó de estrelas. As armaduras de Athena foram divididas em três categorias: ouro, prata e bronze.

    Protegidos por armaduras tão poderosas quanto às escamas, os cavaleiros de Athena travaram lutas mortais contra os marinas em Atlântida, provocando maremotos que inundaram o planeta inteiro. Após intensos combates, os cavaleiros de Athena derrotaram Poseidon e seus marinas. Atlântida foi destruída e afundou no Oceano Atlântico.


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    As almas de Poseidon e dos marinas foram seladas e enviadas para Graad Azul, no leste da Sibéria. Vários cavaleiros foram enviados para vigiar os selos. Esses humanos renunciaram à condição de cavaleiros de Athena e se auto intitularam Guerreiros Azuis. Sete gerações após a primeira Guerra Santa contra Poseidon, Athena ergueu na Grécia o seu Santuário. Juntamente ao seu templo, foram construídas doze casas, uma para cada cavaleiros de ouro.


    O Caos
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Também houve um época conhecida como a Era do Caos, com o aparecimento dos Gigas (raça de gigantes de origem desconhecida). Os Gigas desafiaram os cavaleiros de Athena, dando origem a Gigantomaquia. Durante a batalha, o continente de Lemúria afundou no meio do oceano, levando consigo muitas armaduras de Athena. Poucos habitantes sobreviveram.


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


    E outra guerra santa ocorreu, considerada mais dura e sangrenta do que as outros já vistas: o confronto com Ares, deus da guerra. Ares é apontado como o mais violento de todos os deuses. Seus guerreiros, conhecidos como Berserkers, são extremamente sádicos e destrutivos. Eles são divididos em quarto exércitos: "fogo", "chama", "desastre" e "terror". Durante essa batalha, Ares recebeu apoio de Hades, o que dificultou a ação de Athena e seus cavaleiros.


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


    Muitos morreram e a vitória de Ares estava próxima, entretanto o cavaleiro de Libra, com o aval de Athena, autorizou o uso das sagradas armas de Libra. Usando as armas, os cavaleiros finalmente derrotaram os berserkers. Ares conseguiu fugir e se escondeu no mundo dos mortos.



    Era atual
    Janeiro de 2017 - Século XXI
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    A humanidade alcançou um patamar de independência dos deuses, conseguindo avançar nos campos tecnológicos e científicos, trazendo para si uma segurança que não havia tempos atrás. Na era moderna, poucos eram aqueles que se recordavam dos deuses, a maioria imaginava que eram apenas estórias e contos para crianças, enquanto existiam aqueles que sabiam do quão poderoso são. Hades, Poseidon e tantos outros deuses, viam àquilo como uma ofensa, por não serem idolatrados e reconhecidos como anteriormente. E por estarem muitos anos quietos, talvez seria o momento certo para retomar, pois os cavaleiros de Athena estariam em número reduzido e a oportunidade seria única. Mais uma vez o início do caos se aproximava e era inevitável.


      Data/hora atual: Seg 15 Out - 6:44:51